CrimethInc. Turnê Brasileira: Da Democracia à Liberdade

:

CrimethInc. Tour in Brazil: From Democracy to Freedom

Categories:

cloudfront.crimethinc.com/assets/articles/2019/06/22/header1.jpg

For the next four weeks, CrimethInc. operatives will tour Brazil, visiting over a dozen cities to speak about Da Democracia à Liberdade, the Portuguese version of From Democracy to Freedom, and compare notes on the struggles against Jair Bolsonaro and Donald Trump. Several recent CrimethInc. texts have appeared in Portuguese ahead of this tour; we will be posting them here shortly. Check back here for updates.

The book is available for sale in Brazil here.

CrimethInc. Turnê Brasileira

Nas próximas quatro semanas, agentes do coletivo Crimethinc. estarão em turnê pelo Brasil, passando por mais de uma dúzia de cidades debatendo o recém traduzido livro Da Democracia à Liberdade e comparando experiências sobre lutas contra os governos de Jair Bolsonaro e Donald Trump. Muitos outros texto do Crimethinc foram preparados antes dessa turnê e em breve postaremos cada um deles. Fiquem de olho aqui para mais novidades.

cloudfront.crimethinc.com/assets/articles/2019/06/22/12.jpg

  • June 22 — Goiânia/GO — Casa Liberté, Rua 19, Nº 400 — 16h
  • June 23 — Brasília/DF — 17h
  • June 25 — Maringá/PR — R. Prof. Lauro Eduardo Werneck, frente ao DCE
  • June 26 — Curitiba/PR — Veg Veg, Visconde de Nacar, 655, Centro — 19h
  • June 27 — Florianópolis/SC — Tarrafa Hacker Clube, pavilhinho da Arquitetura – UFSC — 19h
  • June 28 — Criciúma/SC — Sociedade Recreativa União Operária, Rua Sampaio Viana, 222 — 19h
  • June 29 — Porto Alegre/RS — APPH (Associação de Pesquisas e Práticas em Humanidades), R. Vigário José Inácio, 481 Sala 31 — 15h
  • June 30 — Porto Alegre/RS — Café Bonobo, R. Castro Alves, 101 – Independência
  • July 3 — São Paulo/SP — PIVÔ - Av. Ipiranga 200, loja 54 — 17h
  • July 5 — São Paulo/SP — Casa Plana, Rua Fradique Coutinho, 1139 — 19h
  • July 6 — São Paulo/SP — CCS, Rua General Jardim, 253 - Sala 22 —16h
  • July 7 — Santos/SP — Cinemateca de Santos, Rua Xavier de Toledo, Número 42 — 19h
  • July 9 — Divinópolis/MG
  • July 10 — Sete Lagoas/MG
  • July 11 — Belo Horizonte/MG — Kasa Invisível, Av. Bias Fortes, 1034 — 19h
  • July 12 — Belo Horizonte/MG — Escola de Arquitetura, R. Paraíba, 697 — 18h
  • July 13 — Paraty/RJ — FLIPEI
  • July 14 — Rio de Janeiro/RJ — Fosso, Rua Almirante Alexandrino, 405, Santa Teresa

Debate: Da Democracia à Liberdade

Democracia é o ideal político mais universal de nossos dias: George Bush o usou para justificar a invasão do Iraque; Dilma Rousseff parabenizou as pessoas que tomaram às ruas em 2013 por se manifestarem “democraticamente”; o movimento Occupy Wall Street alegou praticar a democracia em sua forma mais pura. Da República Popular Democrática da Coreia do Norte até a região autônoma de Rojava, praticamente todo governo e movimento popular diz ser democrático.

E, no entanto, foi a democracia que levou tanto Donald Trump como Jair Bolsonaro ao poder. Isso para não mencionar Adolf Hitler e o partido Nazista.

Impelidos por nossas experiências em movimentos sociais, retornamos essas questões. Nossa conclusão é que os dramáticos desequilíbrios nos poderes políticos e econômicos que levaram as pessoas às desde a Primavera Árabe não são defeitos incidentais em democracias específicas, mas características estruturais que datam das próprias origens da democracia; elas aparecem em praticamente todo exemplo de governo democrático da história. A democracia representativa preservou todo o aparato burocrático que foi originalmente inventado para servir aos reis; a democracia direta tende a recriá-los em escalas menores, mesmo fora das estruturas formais do estado. Democracia não é o mesmo que auto-determinação.

Mas que é democracia precisamente? Como podemos nos defender contra tiranos democraticamente eleitos? Existe uma diferença entre governo e autodeterminação? Existem outras maneiras de descrever o que estamos fazendo juntos quando tomamos decisões? Com base em Da Democracia à Liberdade, o último livro da CrimethInc., vamos explorar essas questões e muito mais. Junte-se a nós para uma discussão animada!

cloudfront.crimethinc.com/assets/articles/2019/06/22/11.jpg

Debate: Resistência Anarquista na Era Trump

Como Donald Trump chegou ao poder e o que sua ascensão nos diz sobre os tempos em que vivemos? Quais estratégias os anarquistas nos Estados Unidos estão usando para combater a agenda de Trump e a ascensão de uma base social para a direita e para o nacionalismo? Como isso se relaciona com a situação no Brasil comandado por Jair Bolsonaro?

Contextualizando o governo de Trump em um contexto global, discutiremos as novas condições para a luta social e exploraremos as abordagens de auto-organização e autodefesa que anarquistas empregaram nos Estados Unidos desde o final de 2016.

Sobre o Livro

Da Democracia à Liberdade é uma coleção que examina as características que conectam as várias formas de democracia, buscando sua origem clássicas até suas variantes contemporâneas – representativa, direta e baseada em consenso – avaliando como o discurso e os procedimentos democráticos servem aos movimentos sociais que os adotam. No caminho, explora como seria se buscássemos a liberdade diretamente e não através de um governo democrático.

O texto conta com análises dos movimentos que ocuparam as ruas e praças pelo mundo nessa última década: o 15M na Espanha, o Movimento Occupy nos Estados Unidos, a insurreição popular na Eslovênia e na Bósnia em 2014, os levantes na Grécia e uma análise sobre Democracia e a Primavera dos Povos que varreu Paris de 1848.

cloudfront.crimethinc.com/assets/articles/2019/06/22/7.jpg

cloudfront.crimethinc.com/assets/articles/2019/06/22/6.jpg

cloudfront.crimethinc.com/assets/articles/2019/06/22/8.jpg

Sobre o Coletivo

Ao longo de 25 anos, CrimethInc. se consolidou como uma rede internacional anarquista publicando notícias, análises, jornais, revistas, vídeos, panfletos e vários livros, incluindo alguns dos títulos anarquistas contemporâneos mais vendidos no mundo, como Dias de Guerra e Noites de Amor. Em 2011, passarem pelo Brasil lançando Work (Trabalho), uma breve análise do trabalho no Capitalismo do século XXI.

Respondendo às várias ondas de levantes populares que invadiram os quatro continentes desde a Primavera Árabe, passando pelo movimento Occupy e os levantes de 2013 no Brasil, CrimethInc. convidou coletivos de uma dúzia de países para produzir um guia impresso introdutório ao anarquismo. O projeto Para Mudar Tudo (tochangeeverything.com ou paramudartudo.com) foi lançado em conjunto em mais de 30 línguas e distribuído gratuitamente. Por aqui, circulam quase 20 mil cópias da publicação impressa, utilizadas para atingir novos públicos interessados e movimentos anticapitalistas e até mesmo em escolas e centros sociais como forma de debater políticas anarquistas numa abordagem atual e de fácil acesso. A nova turnê e os debates apresentados servem para dar continuidade a esse intercâmbio mundial sobre como vencer os limites democráticos à libertação das pessoas e do planeta e como resistir a um governo conservador eleito através do voto – mesmo contra a vontade da maioria das pessoas.

Para saber mais sobre o coletivo acesse: crimethinc.com

Para materiais traduzidos para o português: crimepensar.noblogs.org


In the field.