De um Jeito ou de Outro, um Dia Todos Usaremos Máscaras

:

Vamos Encarar de Frente Esses Desastres

Categories:

cloudfront.crimethinc.com/assets/articles/2020/02/05/header.jpg

Em solidariedade com os povos da China, de Hong Kong e outros lugares que estão enfrentando o surto de coronavírus e o pesadelo burocrático que o acompanha, nossos camaradas do Brasil prepararam uma versão atualizada de um cartaz que fizeram anos atrás em resposta a desastres ambientais na América Latina. Apresentamos aqui em português, inglês, espanhol e italiano.

cloudfront.crimethinc.com/assets/articles/2020/02/05/1-pt.jpg

O terremoto em Porto Rico — os incêndios na Austrália, no Brasil e na costa oeste dos Estados Unidos — o coronavírus na China e em todo o mundo: todas essas catástrofes são agravadas pelas estruturas de dominação que concentram o poder em poucas mãos e valorizam os lucros de algumas pessoas privilegiadas à custa de todas as outras. Agora, nossos governantes estão nos dizendo que eles são os únicos qualificados para gerenciar as emergências que estamos testemunhando. No entanto, suas prioridades não mudaram. Confiar neles significa marchar em direção ao apocalipse.

Em vez de lutar para lidar individualmente com as consequências cada vez mais drásticas dessa ordem social, vamos nos reunir para enfrentá-las em nossos próprios termos. Juntos, podemos resistir e sobreviver.

Clique na imagem para baixar uma versão do poster para imprimir.

De um jeito ou de outro, um dia todas usaremos máscaras.

Não importa nossa posição nesta sociedade, nosso futuro se resume a duas opções: aceitar passivamente nosso destino tentando reduzir os danos causados gradualmente ao ambiente e aos nossos corpos, ou então resistir de forma ativa para interromper o desastre e implementar nossas próprias soluções. Afinal, se há algo em que cientistas, sociólogos, estrategistas militares e donas-de-casa concordam, é que estamos caminhando para o colapso global.

Aqueles que detêm o poder procuram tirar proveito de furacões, incêndios florestais e pandemias para impor formas de controle cada vez mais invasivas. Suas respostas às crises sempre priorizam a proteção de seus próprios privilégios e lucros, enquanto tratam o resto de nós como descartáveis. Não podemos confiar em suas habilidades ou seus interesses para salvar nossas vidas.

Se nos resignarmos ao futuro resultante das mudanças climáticas catastróficas, da poluição generalizada e do colapso ecológico, mais cedo ou mais tarde, o desastre chegará até nós. Em algumas partes do mundo as pessoas já são forçadas a usar máscaras quando saem de casa para se protegerem do ar envenenado, do lixo tóxico ou das doenças infecciosas.

Se não aceitamos a destruição de nossas vidas, nossa terra, nossa comida e tudo o que nos conecta à biosfera como um todo, temos que lutar para recuperar o controle sobre as condições necessárias para nossas vidas e as decisões que determinam nossa sobrevivência. Em um mundo cheio de polícia, prisões, câmeras de vigilância, teremos que usar máscaras que escondem quem somos para que possamos lutar pelo que realmente queremos.

cloudfront.crimethinc.com/assets/articles/2020/02/05/2.jpg