Chamado de Solidariedade a Presos e Presas Anarquistas na Rússia

:

Apelo a Ações Solidárias entre os dias 22 a 29 de Fevereiro

Localizations:

cloudfront.crimethinc.com/assets/articles/2020/02/15/header1.jpg

Na Rússia, o Serviço Federal de Segurança da Rússia — o FSB, que é descendente da KGB — estabeleceu um novo precedente para extrair falsas confissões de pessoas presas por meio de tortura, ameaças e provas explicitamente plantadas. Nesta semana, um tribunal russo considerou sete réus culpados de conspiração terrorista com base em evidências obtidas com esses métodos; eles foram condenados a até 18 anos de prisão cada. Durante anos, governos de todo o mundo tentaram, sem sucesso, manter as acusações de conspiração forjadas. Agora, utilizando esse novo modelo baseado em flagrante brutalidade e desonestidade, o governo russo conseguiu estabelecer um novo precedente. A polícia troca táticas e estratégias em nível global. À medida que todo o mundo avança cada vez mais rápido em direção à tirania, podemos ter certeza de que veremos essas táticas de repressão se espalhado para fora da Rússia, se não nos mobilizarmos efetivamente contra elas agora.

Consequentemente, em conjunto com a Russian solidarity organization — Organização pela Solidariedade Russa — que apoia essas pessoas presas, estamos chamando por uma semana de ações solidárias de 22 a 29 de fevereiro.

Para mais informações sobre o caso e o padrão de casos de conspiração frustrados na Europa e nos EUA, leia nossa análise anterior: “Why the Torture Cases in Russia Matter” — “Porque os Casos de Tortura na Rússia são Relevantes”.

Chamado para Ações Solidárias entre os dias 22 a 29 de Fevereiro

Não devemos esquecer anarquistas e antifascistas que sofrem repressão na Rússia! Estamos pedindo que as pessoas tomem medidas de todas as formas para expressar apoio a esses prisioneiros, protestar contra o sistema penitenciário e divulgar informações sobre o uso da tortura como instrumento de repressão na Rússia.

“FSB é terrorista” por Rakel Stammer.

Em 10 de fevereiro, em Penza, uma cidade a 630 quilômetros de Moscou, o tribunal condenou sete pessoas acusadas de organizar a chamada “rede terrorista anarquista ‘Network’”. Todo o caso é baseado em confissões que os réus foram forçados a concordar através de intensa tortura, bem como armas plantadas pela polícia e uma acusação extremamente tênue de que eles estavam “planejando planejar ações terroristas para derrubar o governo da Rússia”. Considerando que estamos falando de um “crime” sem vítimas que não envolveram ação e nenhum plano, as sentenças decretadas pelo tribunal são chocantemente draconianas. Dmitry Pchelintsev e Ilya Shakursky, os supostos organizadores dessa “Rede” fabricada, foram condenados a 18 e 16 anos de prisão, respectivamente. Os outros foram condenados da seguinte forma: Arman Sagynbaev, 6 anos, Andrei Chernov, 14 anos, Vasily Kuksov, 9 anos, Mikhail Kulkov, 10 anos e Maxim Ivankin, 13 anos de prisão.

Cientistas, jornalistas, defensores dos direitos humanos e outros grupos na Rússia protestaram e exigiram que a sentença fosse revogada.

A solidariedade internacional é especialmente importante neste momento, porque o “caso da Rede” ainda não acabou. Em São Petersburgo, mais duas pessoas, Viktor Filinkov e Julian Boyarshinov, aguardam julgamento por acusações relacionadas. As próximas audiências estão previstas para os dias 25 e 28 de fevereiro. Por isso, pedimos que ações de solidariedade ocorram na última semana de fevereiro.

Muitos outros anarquistas e antifascistas na Rússia estão sofrendo repressão e tortura, incluindo Azat Miftahov, Ilia Romanov, Egor Lesnyh, Evgeny Karakashev e Kirill Kuzminkin. Eles também merecem nossa atenção e apoio.

Se houver um consulado ou embaixada russa em sua cidade, considere organizar uma ação na frente dele! Caso contrário, você pode considerar quais outros locais ou metas apropriadas estão disponíveis ou simplesmente pintar uma bela faixa e realizar uma reunião pública para informar as pessoas da situação.

Envie relatos de ações para o e-mail para rupression@protonmail.com ou via Telegram para as redes sociais @RUPRESSION_bot ou Rupression.

Informaremos os presos sobre quaisquer ações que ocorram.

Para obter mais informações sobre o caso Network, detalhes sobre suporte financeiro e endereços de prisioneiros: rupression.com

SUA TORTURA NÃO MATARÁ NOSSAS IDEIAS!

Esta chamada também está disponível em Русский (Russo).

Leituras Relacionadas

Taking a Global View of Repression

Why the Torture Cases in Russia Matter

Another Wave of Arrests and Torture against Russian Anarchists


Clique na imagem acima para baixar o PDF.

Clique na imagem acima para baixar o PDF.

Clique na imagem acima para baixar o PDF.

Uma ação em solidariedade em Toronto.